terça-feira, 28 de abril de 2015

Para quem vai viajar no feriadão


O próximo dia 1° de maio, é o Dia do Trabalhador no Brasil. No Rio Grande do Sul muitos se deslocarão para interior e litoral. Para viajar em segurança - com seu veículo - é preciso, além de fazer manutenção adequada, estar atento aos endereços e telefones da Polícia Rodoviária Federal.
Observe a lista abaixo e vá e volte em segurança.

Veja os endereços de telefones dos Postos da Polícia Rodoviária Federal no estado de Rio Grande do Sul – RS, como 9ª Srprf/rs, 1ª Delegacia Sede, Posto São Leopoldo, Posto Porto Alegre, Posto Gravataí, 2ª Delegacia Sede, Posto Eldorado Do Sul, entre outros

9ª SRPRF/RS
Avenida A. J. Renner, 2701 – Parque Humaitá – Cep: 90250000 PORTO ALEGRE – RS
Tel: (51) 3375-9700

1ª Delegacia SEDE
BR 290/km 91,3
Tel: (51) 35682837

POSTO São Leopoldo
BR 116/km 244
Tel: 51 35682920

POSTO Porto Alegre
BR 290/km 97,9
Tel: 51 35013001

POSTO Gravataí
BR 290/km 70
Tel: 51 34881778

2ª Delegacia SEDE
BR 116/km 111,6
Tel: 51 34814125

POSTO Eldorado do Sul
BR 116/km 111,6
Tel: 51 34813286

POSTO Pantano Grande
BR 290/km 212,9
Tel: 51 37341170

POSTO Camaquã
BR 116/km 391,8
Tel: 51 35018193

3ª Delegacia SEDE
BR 101/km 83,2
Tel: 51 36634141

POSTO Osório
BR 101/km 83,2
Tel: 51 36631035

POSTO Santo Antônio da Patrulha
BR 290/km 19,2
Tel: 51 35016233

POSTO Torres
BR 101/km 0,2
Tel: 51 36052500

4ª Delegacia SEDE
BR 386/km 340
Tel: 51 37489548
37489605

POSTO Lajeado
BR 386/km 340
Tel: 51 37489548
37489605

POSTO Tabaí
BR 386/km 385
Tel: 51 36140003

POSTO Montenegro
BR 386/km 424
Tel: 51 34571301

POSTO Soledade
BR 386/km 242
Tel: 54 33812900

5ª Delegacia SEDE
BR 116/km 147,2
Tel: 54 32291370

POSTO Caxias do Sul
BR 116/km 147,2
Tel: 54 32292185

POSTO Nova Petrópolis
BR 116/km 184,2
Tel: 54 32811098

6ª Delegacia SEDE
BR 116/km 36
Tel: 54 32322864

POSTO Vacaria
BR 116/km 36
Tel: 54 32322929

POSTO Lagoa Vermelha
BR 285/km 196,4
Tel: 54 33582722

7ª Delegacia SEDE
BR 116/km 516,1
Tel: 53 32736756

POSTO Pelotas
BR 116/km 516,1
Tel: 53 32737000

POSTO Rio Grande
BR 392/km 28,5
Tel: 53 32391066

POSTO Arroio Grande
BR 116/km 610,9
Tel: 53 32621522

POSTO Pinheiro Machado
BR 293/km 104,9
Tel: 53 32481605

POSTO Santa Vitória do Palmar
BR 471/km 671,8
Tel: 53 32631122

8ª Delegacia sede
BR 285/km 291
Tel: 54 33118131

POSTO Passo Fundo
BR 285/km 291
Tel: 54 33132225

POSTO Erechim
BR 153/km 38,7
Tel: 54 35046656

9ª DELEGACIA SEDE
BR 158/km322
Tel: 55 32172239

POSTO Santa Maria
BR 158/km 322
Tel: 55 32218277

POSTO Caçapava do Sul
BR 392/km 254
Tel: 55 32814138

POSTO São Gabriel
BR 290/km 418
Tel: 55 32325404

10ª DELEGACIA SEDE
BR 285/km 462
Tel: 55 33331705

POSTO Ijuí
BR 285/km 462
Tel: 55 33328244

POSTO CRUZ ALTA
BR 158/km 198
Tel: 55 33226848

11ª DELEGACIA sede
BR 158/km 570
Tel: 55 32432424

POSTO Santana do Livramento
BR 158/km 565
Tel: 55 32433016

POSTO Dom Pedrito
BR 293/km 247
Tel: 53 32432600

POSTO Rosário do Sul
BR 290/km 481
Tel: 55 32312611

POSTO Bagé
BR 293/km 173
Tel: 53 35031057

12ª DELEGACIA SEDE
BR 285/km 671
Tel: 55 34302626

POSTO São Borja
BR 285/km 671
Tel: 55 34312023

POSTO Santiago
BR 287/km 392,6
Tel: 55 32512639

13ª DELEGACIA sede
BR 290/km 724,2
Tel: 55 34110449

POSTO Uruguaiana
BR 290/km 714
Tel: 55 34138765

POSTO Alegrete
BR 290/km 587,3
Tel: 55 34223956

14ª DELEGACIA SEDE
BR 386/km 134,9
Tel: 54 33613483

POSTO Sarandi
BR 386/km 134,9
Tel: 54 33612100

POSTO Carazinho
BR 285/km 340,7
Tel: 54 33311600

POSTO Seberi
BR 386/km 51
Tel: 54 37461281



Fonte: http://www.servicos.blog.br/postos-da-policia-rodoviaria-federal/postos-da-polcia-rodoviaria-federal-no-estado-de-rio-grande-do-sul/ 


sexta-feira, 24 de abril de 2015

Vida Urgente retoma pintura de borboletas


Márcia Belles acredita que a iniciativa ensina a valorizar a vida
Cicatrizes brancas no asfalto - é assim que a Fundação Thiago de Moraes Gonzaga (Vida Urgente) define as borboletas que pinta pelas ruas de Porto Alegre e outros municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. As Borboletas pela Vida homenageiam pessoas que foram vítimas da violência no trânsito, seja por atropelamento, seja por envolvimento em acidentes de carro. Foi o caso de Eduardo Cézar Ornes, que faleceu em junho do ano passado, aos 32 anos, após perder o controle de seu veículo e colidir com um poste de luz em frente ao colégio Parobé, na avenida Loureiro da Silva, na Capital. A cicatriz branca foi carimbada no asfalto nesta quinta-feira, marcando, além da lembrança do jovem, também a retomada desse projeto por parte do Vida Urgente.

O Vida Urgente pinta borboletas pelas ruas de Porto Alegre desde 2004, com o apoio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Entretanto, devido a uma demora nos trâmites para renovar a parceria, as pinturas não ocorriam desde novembro de 2013. Normalmente, a entidade junta pedidos de amigos e familiares de vítimas do trânsito ao longo do ano e realiza uma ação conjunta em novembro. Desta vez, porém, em virtude do atraso, as borboletas de 2014 serão carimbadas conforme disponibilidade da fundação e da EPTC. Estão previstas 51 pinturas e repinturas, a serem finalizadas até setembro.

A mãe do primeiro jovem homenageado, a bancária Márcia Belles, estava visivelmente emocionada na ocasião da pintura da borboleta. O contato com a entidade foi feito pela namorada de Eduardo Ornes, Bruna Severo, a fim de promover o tributo. "É uma homenagem merecida. Foi uma história que se interrompeu, mas a vida não acaba por aqui", garante. O rapaz era estudante de Publicidade e Propaganda e, conforme Márcia, era "cheio de vida. Mesmo se tivesse vivido mais, não conseguiria fazer tudo o que tinha vontade de fazer", recorda.

O apoio após a perda veio da namorada do jovem, Bruna, da irmã dele, Roberta Ornes Bolson, e do amigo Marcos Rodrigues. "Sem a força que recebi depois do que aconteceu, não teria conseguido continuar. Mas é importante seguir em frente e conscientizar outras pessoas sobre valorizar mais a vida. É o que pretendo fazer", afirma Márcia.

Suzane Pereira Viana integra o Vida Urgente há 19 anos, desde que perdeu seu filho em um acidente de carro. "Não é da ordem da vida perder um filho, mas eu acho que temos que transformar isso. É muito difícil, mas procuramos fazer alguma coisa a partir disso. Acredito que a fundação nos dá força para dar continuidade e para mostrar às pessoas que a vida é o bem maior que nós temos", pondera.

Ao longo dessas quase duas décadas de atuação, Suzane vê uma transformação cultural na sociedade. "O uso do cinto de segurança, por exemplo, é um hábito que está ficando cada vez mais popular. Os jovens também têm pedido mais carona quando vão a festas, o que é muito importante. Nossa principal finalidade não é proibir a bebida, mas sim mostrar que misturar direção e álcool é uma arma que mata", aponta. E conclui, esperançosa: "Eu tenho certeza de que, daqui a alguns anos, fecharemos o Vida Urgente, pois não haverá mais acidentes, já que as pessoas já estarão conscientizadas". Segundo a ativista, a borboleta foi escolhida como símbolo, tanto da entidade quanto como figura a ser colocada no asfalto, "porque é bonita, mas tem a vida muito curta".


Fonte: Isabella Sander JC

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Reinstalação oficial da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro


Entrevista ao programa Espaço Público


Deputada Liziane Bayer dá entrevista sobre a reabertura da Frente em Defesa do Trânsito Seguro.
Assista https://youtu.be/6TBp0vQiSmw

Entrevista a rádio Planalto


Deputada Liziane Bayer fala a rádio Planalto sobre a importância de ações de conscientização no trânsito. Ouça https://soundcloud.com/lizianebayeroficial/entrevista-a-radio-planalto

Homens alcoolizados causam mais acidentes no trânsito


Pesquisa realizada na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da USP aponta que 92% dos acidentes de trânsito, envolvendo consumo de bebidas alcoólicas são causados por homens, de baixa renda (79,3%), e baixa escolaridade (52,4%).
Para a pesquisadora Carla Andrea Gondim Lemos, a prevalência do sexo masculino entre as vítimas de acidentes de trânsito, principalmente aqueles que envolvem álcool, “é fruto da cultura brasileira, pois os homens apresentam comportamento mais arriscado no trânsito e consumo habitual de álcool mais frequente que as mulheres”.
Dos entrevistados, 41,6% foram identificados como bebedores de risco
O estudo, que coletou dados no Hospital Público Universitário de Uberlândia, em Minas Gerais, entrevistou 279 pessoas vítimas de acidentes de trânsito que estavam internadas nas enfermarias de traumatologia entre os meses de abril e novembro de 2013. Dessas, 63 haviam consumido álcool antes do acidente.
Entre as vítimas de acidentes de trânsito predominaram homens, 82,4%, com média de idade de 34 anos e que cursaram o ensino médio, revelou o estudo. “Quanto aos acidentes que envolveram o consumo de álcool, a maioria envolveu motociclistas, 74,9%, e 88,9% dos causadores dos problemas haviam bebido cerveja”, conta a pesquisadora.
Bebedores de risco
Com a aplicação de um instrumento elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para identificação do uso excessivo de álcool (AUDIT), Carla também detectou que 41,6% dos entrevistados foram identificados como bebedores de risco. “O instrumento contém 10 questões que avaliam quan­tidade, frequência, embriaguez, sinto­mas de dependência e risco de consequências danosas ao usuário”, diz a pesquisadora, ao lembrar que a bebida traz danos para a saúde física, mental e impactos sociais para o indivíduo ou terceiros.
“Além disso, a maioria dos acidentes aconteceu nos finais de semana”, ressalta a pesquisadora, que vê o dado como fruto das atividades de lazer em que o consumo de bebidas alcoólicas é frequente. “A desatenção dos condutores que teoricamente encontram-se mais relaxados e as chances de desrespeitar as leis do trânsito em função do menor movimento das ruas também devem ser considerados”, completa a fisioterapeuta.
Carla fala que os impactos dos acidentes envolvendo bebidas alcoólicas não se limitam apenas a saúde das vítimas. Para ela, os custos sociais e econômicos produzem grande impacto para o País. “Temos que considerar que as vítimas mais frequentemente acometidas são homens, jovens e se encontram em plena atividade produtiva”.
A tese de doutorado Padrão habitual de consumo e uso de álcool: implicações em lesões por acidentes de trânsito em pacientes internados foi defendida em março de 2015 e orientada pela professora Margarita Antônia Villar Luis, da EERP.


Por: Marcela Baggini, da Assessoria de Imprensa da EERP

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Site permite avaliar travessias para pedestres em Porto Alegre


O grupo Mobicidade, Associação Pela Mobilidade Urbana em Bicicleta, lançou nesta terça-feira (21) o hotsite Dá pra Atravessar?, criado para debater a segurança em travessias de pedestres de Porto Alegre. A aplicação é um desdobramento ao projeto de lei municipal que determinava o tempo de 30 segundos para travessia de pedestres – apesar de aprovada pelo legislativo municipal, a lei acabou não sendo regulamentada.
Na página, construída usando a plataforma OpenStreetMap, o usuário pode avaliar a segurança na travessia de 94 pontos de Porto Alegre, em uma escala de 1 (extremamente inseguro) até 7 (extremamente seguro), enumerar problemas e escrever seus comentários.
Os 94 pontos iniciais listados foram escolhidos com base em um levantamento feito pelo gabinete do vereador Marcelo Sgarbossa (PT). O usuário, no entanto, pode sugerir a inclusão de outros cruzamentos da cidade para serem avaliados dentro da ferramenta.
O Dá pra Atravessar? pode ser acessado no endereço www.mobicidade.org/dapraatravessar.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Operação Viagem Segura de Tiradentes começa nesta sexta-feira

Tem início à zero hora desta sexta (17) a 42ª edição da Operação Viagem Segura. A mobilização para o feriado de Tiradentes se estenderá até a meia-noite de terça-feira (21). Preocupado com a violência do último feriado, o Detran/RS reuniu os órgãos de trânsito na última terça-feira (14) para buscar soluções.
Quem for pegar a estrada pode esperar maior ostensividade das polícias e mais fiscalizações por abordagem. Na Capital, serão realizadas blitze da Balada Segura. Ações educativas também estão previstas em vários pontos do Estado.
O feriadão de Tiradentes, considerando os dados de 2007 a 2014, tem média de 6,5 mortes por dia. No ano de 2013, foram 22 vítimas fatais em três dias de feriado (média de 7,3 por dia). Em 2014, a Operação Viagem Segura de Tiradentes ocorreu em conjunto com a de Páscoa. Apesar dos esforços concentrados, foram 27 vítimas fatais em cinco dias de operação (média de 5,4 por dia).
É importante notar que esses são os dados consolidados após 30 dias de acompanhamento dos feridos nos acidentes e que foram a óbito no período. Trata-se de protocolo internacional, preconizado pela Organização Mundial da Saúde.
A análise dos dados estatísticos demonstra que a maioria dos acidentes nos feriados de Tiradentes aconteceu nos dias intermediários (8,5 mortes/dia) e no turno da noite (35,2%). Mais da metade das ocorrências fatais (54%) ocorreram nas rodovias. As estradas que concentraram o maior número de mortes foram a BR 290 (07), BR 386 (06), BR 116 (05) e BR 285 (05).
Sobre a Viagem Segura
A Operação Viagem Segura tem como principais parceiros a Brigada Militar e o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Detran/RS e Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais (EPTC na Capital).
As 41 edições anteriores da Viagem Segura contabilizam mais de 3,7 milhões de veículos fiscalizados e 90,9 mil testes de etilômetro. Foram registradas 545 mil infrações, sendo mais de 10,8 mil autuações por embriaguez. A fiscalização também recolheu 50,5 mil veículos e 14,5 mil CNHs.
Os órgãos de fiscalização contam com a ajuda da comunidade para alertá-los sobre condutas perigosas nas estradas. O contato pode ser feito pelos telefones de emergência da PRF (191), nas estradas federais, e do Comando Rodoviário da BM (198), nas estradas estaduais.


quinta-feira, 16 de abril de 2015

Escola Pública de Trânsito do Detran/RS promove curso de condução segura


A forma como estamos todos interligados e nossas ações no trânsito afetam a todos. Com uma dinâmica de grupo que simulou essa conexão, teve início a primeira edição de 2015 do Programa de Formação Inicial e Continuada da Escola Pública de Trânsito do Detran/RS. Agentes de trânsito, policiais rodoviários, servidores do Detran/RS, instrutores de Centros de Formação de Condutores e outros profissionais do trânsito participam, durante todo o dia de hoje (10), do curso Condução Segura.
A atividade, que acontece na sede do 9º BPM, em Porto Alegre, traz no programa o panorama da acidentalidade no Estado, conceitos e princípios de direção defensiva, condições adversas, dispositivos de segurança, comportamento de risco e comportamento defensivo, além de reflexões sobre educação para o trânsito.
Programa de Formação Inicial e Continuada
O Programa de Formação Inicial e Continuada em Educação no Trânsito tem o objetivo de capacitar profissionais e a comunidade para o desenvolvimento de ações educativas, além de contribuir com a construção de uma cultura de cidadania e segurança no trânsito. No ano passado, foram 450 participantes nas 19 edições dos cursos do programa.
As inscrições para os próximos cursos estão abertas e são realizadas diretamente no Portal Educação para o Trânsito do Detran/RS. As vagas são limitadas e as matrículas serão confirmadas por e-mail, priorizando a ordem de cadastramento e o público-alvo dos cursos.
Dúvidas e mais informações sobre o programa podem ser solicitadas pelo e-mail cursosept@detran.rs.gov.br.


Frente do Trânsito Seguro recebe representantes do Maio Amarelo

                                                       Revista Em Evidência (abril/2015)

A deputada estadual Liziane Bayer (PSB), presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro – FPDTS, recebeu nesta manhã de sexta-feira, 20, em seu gabinete, o representante do Movimento Maio Amarelo, Coronel Ordeli Gomes e o presidente do CETRAN/RS, Ivan Poggere.
O Movimento Maio Amarelo é uma iniciativa do Poder Público e sociedade civil. Ele nasceu com o objetivo de chamar atenção para o alto índice de mortes e feridos no trânsito de todo o mundo. “Uma pessoa a cada 12 minutos é mortas - diariamente - em todo o Brasil,” comentou Ordeli.
A deputada, como presidente da FPDTS, e entendendo os números preocupantes e epidemiológicos do trânsito, se comprometeu em apoiar a iniciativa e incentivar. “O movimento tem como proposta salvar vidas e eu como responsável pela frente parlamentar em defesa do trânsito seguro no RS, estou junto nessa missão.”, comentou.
Alguns dados do trânsito mundial: 59% das vítimas fatais estão na faixa etária dos 15 aos 44 anos (77% são homens), 27% são pedestres e ciclistas, em alguns países, esse percentual supera 75%. O risco de morrer em um acidente de trânsito é maior na África (24.1 a cada 100 mil pessoas) e menor da Europa (10.3 a cada 100 mil).
Conheça as ações e entenda detalhes sobre o Movimento Maio Amarelo acessando www.maioamarelo.org.





terça-feira, 14 de abril de 2015

Pacote de ações surge na Frente em Defesa do Trânsito




A terceira reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro – FPDTS, tendo como presidente a deputada estadual Liziane Bayer (PSB), reuniu mais de 30 pessoas, nesta tarde (13), na Assembleia Legislativa.
Importantes entidades participaram e contribuíram para a criação de um Pacote de Ações objetivando reduzir acidentes no trânsito gaúcho ao longo do ano e com ações pontuais no Movimento Maio Amarelo de 2015.
A seguir as ideias e projetos que foram debatidos e aprovadas por unanimidade: gerenciamento de faixas de domínio na ERS 040 (Viamão) pela Empresa Gaúcha de Estradas – EGR. Oficinas de trânsito (Polícia Civil). Ação no Largo Glênio Peres, tenda com informação (ao longo do mês do Maio Amarelo) no parque Farroupilha, curso multiplicadores do trânsito para professores e diversas entidades sociais (com 30 vagas à tarde e à noite), ação da Balada Segura (dia 12) e ação na Paróquia São José do Murialdo (propostas da EPTC). Audiência com o governador José Ivo Sartori, pedido de apoio da União dos Vereadores do Brasil – UVB, União dos Estudantes – UGES e iluminação em prédios públicos (propostas do Comitê Estadual de Mobilização pela Segurança no Trânsito). O coronel Ordeli Savedra (coordenador do Movimento Maio Amarelo) comentou sobre uma audiência pública com o SETSERGS e também sobre a abertura da Frente de Trânsito no estado do Ceará.
Ao término a secretária da Frente, Letícia Soares, explanou sobre as ideias propostas pela deputada Liziane: ação junto aos motoristas antes do início de um dia de trabalho, exibição de faixa em estádios de futebol antes dos jogos, mobilização em escolas por todo RS, blitz em parques de Porto Alegre (Farroupilha) e – também – uso de ferramentas de mídia como adesivos, camisetas, panfletos.

Presentes
Bonifácio Bróbio (Comitê Estadual de Mobilização pela Segurança no Trânsito), Paulo Dias (representando deputado estadual Juliano Roso), capitão Luis Antônio Machado (Comando Rodoviário da Brigada Militar), João Otávio Marques Neto (CREA), Marcelo Saturnino (Polícia Rodoviária Federal), Aldo Grassi (DAER), Viviane Neres Viegas e delegado Carlos Resende (Polícia Civil), Diva Yara Leite (EPTC), Júlio Cesar Moreira (fundação EPTC), Giovana Becker (EGR), Ivan Poggere (CETRAN), Daniela Nunes (Fundação Tiago Gonzaga), Luciana Dipp (Fenasdetran), Júlia da Costa (representando deputado estadual Elton Weber) e Robinson Cardoso (FAMURGS).   

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Área Azul volta a funcionar, com reajuste, no Centro da Capital

Nos próximos dias, bairros Moinhos de Vento, Menino Deus e Bom Fim retomam o serviço

Os parquímetros para estacionamento rotativo voltaram a funcionar, por volta das 9h desta sexta-feira, no Centro Histórico de Porto Alegre. A liberação dos equipamentos demorou um pouco mais do que o previsto, já que a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) havia anunciado a retomada do serviço para as 7h. Agora, depois de mais de dois meses sem cobrança, o custo da Área Azul fica 33% mais caro: a tarifa mínima, por 30 minutos de uso, sobe de R$ 0,75 para R$ 1, enquanto a máxima, de duas horas, passa para R$ 4.

Nos próximos dias, as áreas azuis também devem voltar a funcionar nos bairros Moinhos de Vento, Menino Deus e Bom Fim. O funcionamento dos parquímetros de toda a Capital foi interrompido devido ao entupimento por moedas, nos últimos meses. As empresas Proforte e Hora Park foram contratadas, através de licitação, para a manutenção.

Agentes da EPTC devem orientar os motoristas sobre o retorno da cobrança pelo estacionamento nas ruas. Ao todo, são 4,2 mil vagas da Área Azul na Capital, com 217 parquímetros disponíveis. A área central soma 1,3 mil vagas rotativas e 75 parquímetros. O reajuste dos valores é o segundo em 14 anos de operação. Depois da estabilização do sistema, a Prefeitura pretende ampliar o número de áreas azuis na Capital, para que sejam exploradas pela iniciativa privada.

Fonte: Rpadio Guaíba


quinta-feira, 9 de abril de 2015

Maio Amarelo é apresentado à comunidade venâncio-airense


Ações visam reduzir em 50% o número de mortes no trânsito até 2020
Encontro realizado na manhã desta quinta-feira, na prefeitura de Venâncio Aires, serviu para a aparesentação da campanha Maio Amarelo, que busca a redução de 50% no número de mortes no trânsito do mundo, até 2020.

O projeto, criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) com apoio da ONU, foi apresentado pelo coronel Ordeli Savedra Gomes. Ele quer despertar nas pessoas a conscientização de se dar mais atenção aos perigos do trânsito.

Estatísticas mostram que em 2011, quando a campanha foi lançada, 1 milhão e 300 mil pessoas morriam anulamente, no mundo, vítima de acidente de trânsito. No Estado, em um dia ‘normal’, pelo menos seis pessoas morrem a cada dia, vítimas do trânisto.

Fonte: Folha do Mate

Número de vítimas fatais por atropelamento tem redução de 41,67%

                                Foto: Marcela Barbosa/Divulgação PMPA

Ações educativas e de fiscalização terão continuidade nas ruas da Capital

O primeiro trimestre de 2015 apresentou redução na acidentalidade do trânsito em Porto Alegre, na comparação com o mesmo período do ano passado. Houve uma redução em 26,68% nos acidentes (4.700 a 3.446); menos 29,60% em acidentes com motos (1.186 a 835); menos 25,10% em feridos (2.084 a 1.561); menos 40,05% em feridos com motos (1.191 a 714); menos 24,40% em feridos por atropelamentos (332 a 251); menos 41,67% em vítimas fatais por atropelamentos (12 a 7); menos 6,90% em vítimas fatais (29 a 27). Houve aumento de 6,25% em vítimas fatais por motos (16 a 17). Os dados são da Coordenação de Informações do Trânsito da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC).

O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, afirma que as ações educativas e de fiscalização terão continuidade nas ruas da Capital.  “Nosso trabalho tem sido intenso, em atividades educativas e também em fiscalização, com radar móvel, inclusive nos corredores. É importante a participação de todos para esta mudança de cultura no trânsito, com mais respeito nas relações de convivência.”

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Daer pretende retomar duplicação da ERS 118 no primeiro semestre de 2015


Departamento realiza um levantamento detalhado da obra para garantir a liberação de recursos

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) quer retomar asobras da ERS 118, paralisadas desde outubro do ano passado, ainda no primeiro semestre de 2015. A intenção foi manifestada nesta terça-feira pelo diretor-geral do Daer, Ricardo Nuñez, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa que discutiu a paralisação dos trabalhos de recuperação da rodovia.

Segundo Nuñez, o departamento realiza um levantamento que inclui questões como a construção de viadutos, passarelas e desapropriações na região. “Até o final de abril, os dados estarão disponíveis e nossa intenção e reiniciar as obras de duplicação da rodovia”, explicou. Conforme o diretor-geral do Daer, o levantamento será mostrado ao governador José Ivo Sartori e aos técnicos da Secretaria Estadual da Fazenda para garantir a liberação de recursos para a conclusão dos trabalhos. “Não queremos dar sequência na obra sem termos a garantia de que não precisaremos paralisar mais”, ressaltou.

A ERS 118 possui 22,4 quilômetros de extensão e atravessa os municípios de Sapucaia do Sul, Esteio, Cachoeirinha e Gravataí. A estimativa da Comissão de Assuntos Municipais é de que sejam necessários cerca de R$ 340 milhões para conclusão dos trabalhos de duplicação da rodovia. 

Entrevista à rede Líder de rádios


Deputada Liziane Bayer fala sobre a Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro.
CURTA www.facebook.com/deputadabayer
E visite http://frentedotransitors.blogspot.com.br

terça-feira, 7 de abril de 2015

Convite


A Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro - FPDTS, convida autoridades e sociedade a participar da reunião que acontecerá na próxima terça-feira, 13, 15h, sala Alberto Pasqualini (Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul), sob a pauta: entidades parceiras como podem contribuir?
Venha. Participe.

Serviço
Reunião da FPDTS;
Dia 13 (terça-feira), 15h;
Sala Alberto Pasqualini (Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul - Porto Alegre);
Entidades parceiras como podem contribuir?

Obrigatoriedade do uso de extintor do tipo ABC é prorrogada novamente


Contran adia exigência por mais três meses. Agora, a medida passará a valer a partir do dia 1º de julho

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) estabeleceu novo prazo para a substituição dos extintores de incêndio veicular do tipo BC para o ABC. Agora, com a publicação no DOU (Diário Oficial da União) das resolução 521/2015, os motoristas têm até o dia 1º de julho para se adequar à norma.

De acordo com a assessoria do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), o Contran atendeu ao pedido do ministro das Cidades, Gilberto Kassabi, que, no início de março, apresentou ao Departamento uma solicitação de adiamento por mais 90 dias. A exigência passaria a valer a parti do dia 1º de abril.

A assessoria ainda informou que o motivo para essa prorrogação é a falta do equipamento de segurança para a venda no mercado.

A decisão foi tomara durante uma reunião do Contran realizada nessa quarta-feira (25).

Os extintores com carga ABC começaram a equipar os carros zero a partir de 2005 e, conforme o Denatran, a medida garante maior segurança aos motoristas e passageiros, pois os modelos são mais modernos e atendem a todas as classes de incêndio.

Além da troca de carga, os motoristas devem estar atentos quanto à capacidade e à validade do equipamento.

De acordo com o Artigo 105 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), o extintor é de uso obrigatório nos veículos automotores, elétricos, reboque e semi-reboque.

Conduzir o veículo sem o equipamento ou se o extintor estiver inoperante é infração grave, segundo o artigo 230 do CTB. A multa é de R$ 127,69, mais cinco pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação), além de retenção do veículo para regularização.

Thays Puzzi - Agência CNT de Notícias


quarta-feira, 1 de abril de 2015

EPTC faz ação educativa para feriado de Páscoa



Agentes de educação para o trânsito da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) realizarão, na manhã desta quinta-feira, 2, ações de conscientização com motoristas para uma viagem mais segura no feriado de Páscoa.